O IPSANTARÉM promove a sua política de investigação orientada, desenvolvimento tecnológico e desenvolvimento profissional de alto nível, através da Unidade de Investigação do IPSantarém (UI-IPS), da participação, articulada em domínios científicos (com base nos indicadores da FCT,  em dois centros de investigação (CIDESD e CIEQV) reconhecidos pela FCT, e do envolvimento dos docentes em centros de investigação de outras instituições, igualmente reconhecidos pela FCT.

A Unidade de Investigação do IPSantarém (UI-IPS) criada em 2008, tem como conceito contribuir para a produção e difusão do conhecimento, criação, transmissão e difusão do saber de natureza profissional, da cultura, da ciência, da tecnologia, das artes, da investigação orientada e do desenvolvimento experimental, num quadro de referência regional, nacional e internacional. Compete à UI-IPS coordenar a investigação científica no âmbito do IPSantarém, em articulação com as Escolas Superiores integradas. São objetivos da UI-IPS: a) Promover a investigação e o desenvolvimento científico, através dos Domínios Científicos: Ciências da Vida e da Saúde; Ciências Exatas e da Engenharia; Ciências Naturais e do Ambiente e Ciências Sociais e Humanas. b) Promover a prestação de serviços à comunidade; c) Contribuir para o desenvolvimento da formação pós -graduada. A UI-IPS integra uma direção e um conselho científico, estando organizada nos domínios científicos, áreas e subáreas científicas da FCT, onde se enquadram os projetos dos docentes das cinco Escolas Superiores do IPSantarém. O plano estratégico da UI-IPS para 2016-2020, assenta nos seguintes eixos: 1) estrutura organizacional; 2) investigação e desenvolvimento; 3) trabalho colaborativo; 4) divulgação e disseminação da investigação; e 5) relação com a comunidade e parcerias.

O Centro de Investigação em Ciências do Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano (CIDESD) é uma unidade de investigação aplicada multidisciplinar, técnica e cientificamente multidisciplinar, sediado na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (Vila Real). Originalmente criado em 2007, este Centro surge da integração em rede, através de consórcio, das seguintes instituições: Instituto Politécnico de Bragança (1); Escola Superior de Desporto de Rio Maior – Instituto Politécnico de Santarém (2); Universidade da Beira Interior (3); Instituto Superior da Maia (4); Universidade da Madeira (5); Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (6); (em 2008) Escola de Saúde e Enfermagem de Vila Real (7); Escola Superior de Educação – Instituto Politécnico de Viseu (8); (em 2013) Universidade de Évora (9); (em 2015) Instituto Politécnico de Viana do Castelo (10); e Instituto Politécnico da Guarda (11).

Atualmente, a CIDESD é uma grande rede nacional e internacional, composta por quatro comunidades de pesquisa: GERON, STRONG, CreativeLab e CFD – Dinâmica de fluidos computacional. O GERON é focado na relação entre atividade física, exercício e saúde da população idosa. O STRONG está relacionado com a análise de modelos genéticos, fisiológicos e biomecânicos capazes de descrever e prever o movimento humano e sua relação com o desempenho. O CreativeLab visa desenvolver indicadores de desempenho relacionados com o trabalho colaborativo e a criatividade, ajudando a explicar os mecanismos que regulam o processo de tomada de decisão e que contribuem para a compreensão da complexidade da mente humana. O CFD (dinâmica de fluidos computacional) é um programa para identificar e descrever as forças geradas pelos segmentos propulsores do nadador e a magnitude das forças de arrasto que resistem ao movimento para a frente.

 

O Centro de Investigação em Qualidade de Vida (CIEQV) foi estabelecido através de um consórcio entre o IPSantarém e o IPLeiria. O CIEQV tem como missão, através da sua investigação, contribuir com a produção de conhecimento e inovação para a promoção da melhoria da qualidade de vida do ser humano.

A missão do CIEQV está alinhada com as prioridades da “Estratégia Europa 2020”, no que concerne a alguns dos desafios societais, nomeadamente na manutenção de elevados padrões de qualidade de vida nas diversas faixas etárias e contextos sociais.

O CIEQV, em termos globais, foca a sua investigação nas áreas: (a) da alimentação e sua produção (segurança alimentar e agricultura sustentável), (b) da atividade física como condição para a qualidade de vida dos cidadãos, (c) da educação nas suas diversas vertentes, aliadas à criação e utilização de tecnologia inovadora e aplicada, e (d) da qualidade de vida das pessoas no trabalho. Desta forma, a investigação promovida pelo CIEQV tem uma abordagem multidisciplinar, interdisciplinar e transdisciplinar do conhecimento nos domínios mencionados, de forma a potenciar a inovação e a excelência científica.